Projeto prevê cidade circular suspensa a 550 m de altura em Dubai

O horizonte de Dubai pode mudar com o projeto de uma cidade vertical circular ao redor do hotel Burj Khalifa, a 550 metros de altura. A ideia do escritório de arquitetura ZNera propõe a construção de espaços residenciais, públicos, comerciais e até um parque com diversos climas e habitats naturais ao longo da circunferência de 3 mil metros de largura.

 

Projeto prevê cidade suspensa a 550 m de altura em círculo ao redor de Dubai (Foto: Divulgação/ZNera Space)Circunferência tem 3 mil metros de largura (Foto: Divulgação/ZNera Space)

 

O complexo de uso misto, batizado de Downtown Circle, busca uma alternativa eficiente aos tradicionais arranha-céus singulares e desconectados nas áreas metropolitanas. Já o Skypark será um cinturão verde contínuo suspenso composto por cinco níveis, divididos em unidades menores para criar uma gama de programas residenciais, públicos, comerciais e culturais, oferecendo ar puro e fresco, luz natural abundante e vistas panorâmicas da cidade.

Projeto prevê cidade suspensa a 550 m de altura em círculo ao redor de Dubai (Foto: Divulgação/ZNera Space)Parque terá vários tipos de vegetação (Foto: Divulgação/ZNera Space)

 

A  proposta prevê a inclusão de cânions, dunas arenosas, pântanos, cachoeiras, cavernas digitais e vegetação tropical dentro do cinturão verde 3D. São contempladas plantas silvestres, produção de alimentos, áreas para captação de água da chuva e usinas de energia solar.

Projeto prevê cidade suspensa a 550 m de altura em círculo ao redor de Dubai (Foto: Divulgação/ZNera Space)Trem futurista passa na parte inferior do anel (Foto: Divulgação/ZNera Space)

 

 

Projeto prevê cidade suspensa a 550 m de altura em círculo ao redor de Dubai (Foto: Divulgação/ZNera Space)Projeto elaborado ao redor do famoso Burj Khalifa (Foto: Divulgação/ZNera Space)

 

Os arquitetos também incorporam um sistema de transporte ferroviário futurista, que compreenderia uma frota de cápsulas suspensas viajando a uma velocidade de 100 quilômetros por hora, transportando passageiros de uma ponta a outra do perímetro externo do nível mais baixo do anel. Curioso, não?